12 novembro 2010

Errar, corrigir, committar - Sobre o JavaOne Brasil

Um programador quando encontra um erro, automaticamente, como que por instinto, sente vontade de corrigí-lo e mandar para o repositório, para ter segundos após, a sensação de um trabalho bem feito. Um orgulho de sí próprio. Às vezes, queremos fazer a mesma coisa na vida real. Com os erros do dia-a-dia, com os erros que envolvem pessoas.

Aproximadamente 3 semanas atrás, me empolguei com uma mensagem da Yara Senger, e submeti para o comitê do JavaOne Brasil, 3 palestras relacionadas à Apache Software Foundation. Soube ao mesmo tempo do The Developers Conference 2010, em Florianópolis, onde meu amigo Rodrigo Cândido, participara da organização. Não hesitei e sugeri à Wdev, cuja empresa agora faço parte, que levasse ainda mais conteúdo para este grande evento. Levamos palestras interessantes. Uma sobre Desenvolvimento para iPad, do Felipe Cypriano, e outra sobre Integração Contínua, do Marcelo Behera. Além das minhas duas palestras sobre projetos Apache (Wicket e Camel); as mesmas que havia submetido para o JavaOne Brasil.


No dia 3 de Novembro, recebi um e-mail do Sharat Chander agradecendo minhas submissões, mas que infelizmente o conteúdo não foi aprovado para o JOBra. Sem razões, sem explicações. E também disse que não é comum enviarem notificações desse tipo. Geralmente o pessoal fica no vácuo.


Ao mesmo tempo, no meio de todos estes eventos, a Oracle com seu processo contra o Google, blogs começam a dizer que a Apache copiou código para dentro do projeto Harmony. Ela esclareceu, mas não encerrou o assunto. De fato, iniciou uma guerra contra a Oracle, em defesa do Software Livre.

Por fim, no dia 8 de Novembro saiu a programação do JavaOne Brasil. Anunciada pela Fabiane Nardon. E obviamente fui conferir a grade, atrás de palestras interessantes e palestrantes a serem prestigiados. Entretanto ao ler o conteúdo, me decepcionei. Por 3 fatores:

  • (tweet, tweet, tweet) Falta de conteúdo relacionado à Apache Software Foundation
  • Conteúdos repetidos (alguns assuntos, com mais de 2 palestras)
  • (tweet, tweet) Metade dos analistas de conteúdo vão palestrar
O que mais me chateou mesmo, foi o primeiro item, e em seguinda o segundo. Com assuntos sendo apresentados mais de uma vez, não seria o caso de pensar melhor na escolha das palestras, e evitar repetição, abrindo espaço para expôr outros projetos? Considerando a Apache com principal fornecedora de projetos Open Source para a plataforma Java?

Claro que fiquei chateado por não ter sido aprovado a participar do JavaOne. Mas frente ao o que está acontecendo, constatei que, não apenas minhas palestras, mas toda e qualquer outra associada à Apache que tenha sido submetida, foi rejeitada, ao que parece, propositalmente. E isso é o que me deixou realmente chateado. E por favor alguém me corrija se eu estiver errado. Seria muito bom saber os reais motivos.

Não reconhecer a Apache, e não incentivar a comunidade brasileira a participar da ASF é ir contra o Software Livre. A falta de palestrantes e palestras entusiasmados com projetos da Apache no evento, ao que parece, é reflexo dos desejos da Oracle.

Pedido de desculpas aos palestrantes
Com toda a minha chateação, e sem refletir bem a respeito, acusei amigos injustamente. É fato que metade dos analistas de conteúdo vão palestrar. Mas como muitos outros eventos, isso é normal. Eu mesmo, por causa da minha amizade com algumas pessoas, obtive espaço no TDC2010. Não bastasse uma palestra, levei duas. E ainda abri espaço para dois outros profissionais.

Acusei amigos injustamente por algo que eu mesmo havia feito alguns dias antes.

Alguns dos analistas são amigos, outros são conhecidos. E muitos outros que irão palestrar, também são meus amigos, de empresas que trabalhei anteriormente. 

Que fique claro: todos os palestrantes selecionados merecem estar lá. Tenho certeza que a escolha foi difícil, e com critérios como +assunto, +técnica, +histórico e +mérito, os melhores palestrantes foram selecionados. Jamais disse algo contrário. 

Por fim, peço desculpas ao Bruno, com quem aprendi muito. À Yara que me incentivou muito para submeter conteúdo ao JavaOne e me deu total apoio no TDC2010. Ao Vinicius (que ironicamente retweetou meu desabafo), Paulo, Guilherme, Bruno Ghisi, Fabiane e Fabio Velloso.

Vocês são excelentes palestrantes e há muito tempo contribuem com a comunidade. Com certeza, estão no evento por mérito.

Um excelente JavaOne Brasil a todos.

Um alô para o Liaw Mike e principalmente ao Michael Nascimento, que me ajudou a enxergar o bug. :-)
Postar um comentário
Contato

Email:bruno.borges(at)gmail.com

LinkedIn: www.linkedin.com/in/brunocborges
Twitter: www.twitter.com/brunoborges
Comprei e Não Vou
Rio de Janeiro, RJ Brasil
Oracle
São Paulo, SP Brasil